Calculadora Addo 7 / Addo calculator m. 7 /Addo beräkningsmaskinen modell 7

Quanto queremos digitar, por exemplo, 87 numa calculadora, simplesmente digitamos 8 seguido de 7. Não podemos digitar o 7 primeiro, pois acabaremos por incluir 78 em vez de 87 como queríamos. Para todos é óbvio.

Nesta calculadora produzida pela Addo a forma de introdução dos dígitos segue um conceito diferente: a máquina possui um teclado com as unidades, dezenas, centenas, milhares e assim por diante, começando a unidade na coluna mais à direita. Se quisermos digitar 87, devemos digitar o 8 na coluna da dezena e o 7 na coluna da unidade, em qualquer ordem, podendo-se digitar o 7 primeiro ou o 8 primeiro, cada um na sua coluna.

Mesmo sendo um conceito abandonado, há uma vantagem em relação às calculadoras atuais: ao digitarmos um algarismo, a máquina assume o numeral que está implícito na coluna utilizada. Por exemplo, se queremos digitar 10, basta apertarmos a tecla 1, na segunda coluna da direita para a esquerda. Para digitar 1.000.000 basta digitar 1 na sétima coluna, com o que se economiza o tempo de digitação de 6 zeros…

Evidentemente que uma calculadora mecânica pesando 9 kg, perde longe em usabilidade para uma calculadora virtual que faz parte do celular, sem peso ou, se quisermos ser mais ortodoxos, tem o peso do celular. Mas a comparação é apenas para dar uma ideia e não para definir se uma é melhor que a outra. Cada uma representa sua época.

Essa calculadora imprimia os números utilizados no cálculo, bem como seus resultados, funcionando como memória permanente do cálculo. Isso era muito útil quando se realizavam somas ou subtrações de grandes quantidades de números. Algumas calculadoras eletrônicas ainda possuem essa utilidade.

Seu funcionamento é simplíssimo. Basta apertar as teclas correspondentes ao número a ser operado, puxar a manivela e a calculadora assume que se trata de uma soma. Ao final do curso, o número sairá impresso no papel.  Se queremos fazer uma diminuição, é necessário apertar a tecla (-) antes de puxar a manivela.

A Addo foi fundada em 1918 pelos primos Hugo Agrell e Oscar Printz, na área de Skolgatan, na cidade de Malmö, na Suécia. Em 1966 a FACIT comprou a Addo. Em 1972, o grupo FACIT, incapaz de competir com seus concorrentes japoneses e suas máquinas eletrônicas, foi vendido para a Eletrolux. Posteriormente a Eletrolux vendeu o grupo FACIT para a Ericsson.

Data:                   Provável entre 1930 e 1950

Marca:                 Addo

Modelo:              7

Número:             48.529

Fabricante:         Aktiebolaget Addo (Addo Sociedade Limitada)

Origem:              Malmö, Suécia

Estado atual:     Não funciona. Faltavam algumas teclas e dois manípulos do rolete do papel os quais fiz com durepoxy; a borracha que servia de assento ao conjunto estava totalmente degradada e foi substituída por um componente de madeira produzido gentilmente, pelo Sr. Erni.

Curiosidades:    Dentre vários aspectos destaca-se a existência de um amortecedor para facilitar o uso da manivela. Possui centenas de componentes e somente no seu teclado há mais de trezentos. Um relógio mecânico simples tem aproximadamente 130 componentes.

Fontes:  https://www.catawiki.com/l/20878083-addo-mod-6-calculator

Clique para acessar o Malm-Industristaden.pdf

Ref.: 347-03

3 comentários sobre “Calculadora Addo 7 / Addo calculator m. 7 /Addo beräkningsmaskinen modell 7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s