Sino / Bell / La Cloche / Campana

A necessidade de comunicação à distância acompanha a humanidade desde seus primórdios.  O som de um grito é ouvido mais longe que o som de uma fala. Mas e se a pessoa está mais longe que o alcance de um grito? E se houvesse uma forma de comunicar sem gritar? Provavelmente a partir de questões parecidas é que o sino foi inventado, conforme alguns sites, ha aproximadamente cinco mil anos, na China.

O sino é geralmente constituído de uma liga metálica definida como bronze e tem um formato característico. Seu uso é bastante variado, utilizado por religiões, na comunicação civil, no mundo militar e até na música.

O maior sino já construído pesa 222 toneladas, chama-se Tsar Kolokol, mas nunca foi  usado devido a uma rachadura que destacou um pedaço do corpo. Encontra-se em Moscou, na Rússia.

Este sino pesa 6 kg, sem data, nem origem, nem identificação do fabricante, provavelmente é uma peça artesanal produzida para ser decorativa. Entretanto, poderia ser usado em uma fazenda para alertar o pessoal do campo sobre a hora do almoço, sobre a hora do término do turno ou outras informações conforme a combinação de sons estabelecida.

Atualmente a utilidade do sino é apenas simbólico-religiosa ou como instrumento musical, pois sua utilidade como elemento de comunicação foi completamente superada pelos modernos meios de comunicação.

Ref. 237-12

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s